terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Ê modismo... Ê fofoca!



Boa noite pessoas querias!

São tantos boatos... haja fofoca!
Presta-se mais atenção a vida alheia do que a própria...

Dá-li BBB, Fazenda e o Diabo a quatro!

É o famoso, a famosa
O "cara" do momento, a "mina" da hora...
É o que está "in", deus-me-livre do "out"!
Tem de ser a cor da temporada
O corte da temporada
O penteado da temporada
A plástica da temporada
O carro da temporada
A boate da temporada
A praia da temporada
O biquininho da temporada
O programa da temporada
A loja da temporada
O caráter da temporada...

E nada está bom, só o que é do outro!
Inveja? Nunca! Todas as pessoas são altruístas, humildes, simplistas... todos iguais, todos padronizados, querem todos as mesmas coisas... e são todos DIFERENTES?!

I Don't think so...

Então, vamos lá!

Por que me importar com a decadência humana em frente àquele sapato chiquééééérrimo, de preço censurado, de material ecologicamente correto (mesmo que de procedência duvidosa)?

Olha, ninguém pode abraçar o mundo com as pernas e resolver tudo de errado que acontece pelo mundo, mas assistir de camarote, comendo pipoca e desperdiçando nosso valioso tempo com intrigas, fofocas e supérfluos... realmente acho que não vai contribuir com nada, não concordam?

Mas de que me importa que pessoas morrem pelo descaso nos hospitais, ou que aumentou o número de dependentes químicos no país (enquanto a idade deles diminui cada vez mais)? De que me importa que as pessoas cada vez mais destratam cruelmente os animais, de que me importa que as florestas estão tombando, ou que professores e professoras são assassinados por alunos que não sabem o que significa estrutura familiar?

Nada disso é importante! Eu quero mesmo é saber se a Clara vai conseguir enrolar o Totó ou não! E larga de papo besta menina, que a minha novela já vai começar, oh!

"Vem a vontade de viver.
Vem a coragem de sorrir.
Aí, eu fecho os olhos, tranco o riso,
Calo a boca pra prosseguir."


By Winna A.

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Gordinha sim...!



Boa Noite Muchachos y Muchachas!

Após algumas crises existenciais, outras de baixa-estima, outras de TPM e assim por diante, comecei a caçar alguns sites sobre gordinhas e coisas de gordinhas (afinal, caso não saibam, sou uma delas =P). Pois bem!! Não vou começar a dizer que minha vida mudou como se eu tivesse lido um livro de auto-ajuda ou coisa do tipo, mas me senti melhor por saber que não sou a unica mulher que sofre de insegurança quando vê aquela magérrima liiiiiinda no site de relacionamentos do namorado!

Não que eu acredite que ele vá fugir com a primeira sirigaita esquelética que ver na frente, muito pelo contrário, até porque é ele quem me dá uns sacodes quando eu falo essas besteiras e me mima com palavras do tipo "Mas é você quem está comigo, é você quem dorme comigo, é você que eu gosto de morder!!" - hauahuahauh - e eu fico logo rosadinha e feliz feito criança que ganha doce! Mas o que fazer com aquela insegurança mardita!??!

Não tenho culpa, é inevitável!

Vai dizer que nunca se sentiu assim?

Tem horas que dá vontade de me enfiar numa piscina de chocolate e mandar tudo para as cucuias! Em seguida dá aquela vontade de nunca mais comer nada que contenha açúcar, amido e gordura (ou seja, vou me juntar àquele pessoal que se alimenta de luz...).

Não que eu seja assim o tempo todo - ninguém é - mas é inevitável se sentir assim num mundo que preza apenas a aparência - e uma aparência bem específica que berra a plenos pulmões e pra quem quiser ou não ouvir que ser magro é ser "TOP"! E o resto, baby, o resto que se exploda!

Odeio esse pensamento idiota e minimalista da maioria das pessoas! Quantas pessoas por aí não estão agora mesmo se mutilando, se torturando e até mesmo se matando em prol do do "corpo perfeito"??

Bem, sei que da minha auto-estima cuido eu, mas quem sabe se o mundo não fosse um lugar de pessoas tão fúteis, nem eu, nem tantas outras pessoas sofreriam por um preconceito idiota e sem sentido, que firma, repete e afirma que "SÓ a beleza é que põe a mesa".

Então é isso aí! Vou me curar com muito chá de camomila com erva-cidreira, muitos mimos do meu bem e quem sabe, de quebra, assisto o filme "O diário de Bridget Jones" - Aí sim! Não há baixa estima que me abale!


Beijos, Queijos e Abraços!


By Winna A.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Violência?! Onde?!

Olá meus caros leitores!

Lá pelas bandas da minha terrinha a coisa vai mal...

É bandido se entranhando no mato feito formiga, é rajada de tiros luminosos pelo ar, é a população (inocente) servindo de escudo humano, veículos incendiados, granadas, blindados, militares, policiais, fuzis, escopetas, metralhadoras...
Gente! O RJ está de dar inveja até ao Iraque! A guerra do golfo é “pinto” perto de lá!

O pior é ver o ponto em que a violência teve de chegar para que as autoridades ouvissem os gritos de socorro da população... E eu ainda me pergunto se a coisa estaria sendo levada a séria como está não fossem elas transmitidas pelas emissoras, de forma massiva, em todo o Brasil e a cada minuto.
Pena que o Rio de Janeiro esteja, neste exato momento, com sua imagem tão suja perante o mundo...

Onde será que foi para a minha Cidade Maravilhosa?

Não existe violência que apague as boas memórias que nós, cariocas, temos de nossa cidade. É um carinho quase irracional, praticamente um bairrismo.
Estamos acostumados a superar o desemprego, o desdém dos governantes, o descaso com a saúde, o desleixo com a educação e até mesmo com a violência com a qual aprendemos a lidar desde a infância... Mas isso não quer dizer que gostemos desta situação ou que a aceitemos – apenas nos adaptamos, afinal, precisamos tocar nossas vidas!
Porém, é bem mais do que triste (e só quem já viveu lá pode entender) ver sua cidade se afundar em marginalidade, sendo mal vista e mal falada até por quem sempre viveu lá. É quase humilhante ouvir os comentários de pessoas de outros estados, ainda mais quando estas, completamente equivocadas, jogam a culpa de tudo na população que lá vive.

Podemos até ser culpados no que concerne os nossos governantes, mas não nos restam melhores opções. Muito menos podemos ser acusados de acobertar a marginalidade.

Nenhuma pessoa séria, trabalhadora, humilde, sensata e com senso moral acobertaria um câncer social tão destrutivo como essa bandidagem, que praticamente obrigou o Governo Federal a instaurar este estado de sitio na Cidade do Rio de Janeiro. A população carente que vive nas favelas, em momento algum deve ser comparada a tais elementos.
Se essas pessoas de bem tentam viver ali é porque o Estado nada fez ou faz por elas, para que se mude tal situação.

Morador de comunidade carente, vulgarmente chamado de favelado, não é sinônimo de traficante, assassino ou ladrão.

Vive-se em meio à marginalidade, mas não podemos exigir que a população tome sozinha a frente na guerra contra a violência – isso é dever do Estado! Não se pode por a população em posição de frente de batalha. Seria um genocídio.
A população tornou-se refém da irresponsabilidade institucional e falida do nosso País – Esta sim alimenta cada vez mais a criminalidade ali fixada, e a faz sempre que subestima a influência do poder paralelo exercido pelas facções criminosas, que controlam as comunidades carentes cariocas e se espalham cada vez mais por todo o país.

Todas essas ações emergências que estamos tendo o desprazer de assistir é o reflexo do desdém dos governantes quanto a (in)segurança pública.

Até quando a população pagará com sangue e lágrimas as falhas da “Instituição Governamental”?
Até quando estaremos todos de mãos atadas, chorando pelas baixas de “guerra”, chorando por mães, pais, filhos e filhas, chorando por amigos e amigas?


By Winna A


(Triste, abalada e esperançosa pela volta da minha "Cidade Maravilhosa")

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Ai minha Nossa Senhora do Final do Período!

Bom dia amigos.

A coisas andam TENSAS aqui na faculdade... Estou apelando até mesmo para intervenção divina!

É tanto trabalho, tanta prova, tanto seminário, tanto material, tantas xerox, tanto sono e tão pouco tempo para se fazer tudo isso (inclusive dormir), que as vezes eu nem sei por onde começo!

Pois bem, encontrei, por acaso, Santa Catarina de Alexandria. Descobri que ela é padroeira de Santa Catarina (jura??), e có-padroeira da Catedral de Florianópolis (bah! mentira!...). Agora, vejam que bacana: Ela é, também, padroeira dos Estudantes!

Mas não adianta pedir a ela que de um jeito naquele professor(a) carrasco(a): Ela também é padroeira deles...

Esclarecendo uma coisa: não sou católica! Nada contra também, mas saber que os estudantes desesperados (como eu) possuem um representante no círculo divino de qualquer que seja a religião, é, no mínimo, reconfortante!

Pois bem! Segue aqui a Oração de Santa Catarina de Alexandria para todos vocês, caros amigos fiéis ou nem tanto assim, pois aqui encontram-se também os desesperados, os desiludidos, os descrentes, os desmotivados, os despreparados, os desamparados e os desmiolados...:




"Santa Catarina de Alexandria, que tivestes uma inteligência abençoada por Deus, abre a minha inteligência, faze entrar na minha cabeça as matérias de aula, dá-me clareza e calma na hora dos exames, para que possa ser aprovado.
Eu quero aprender sempre mais, não por vaidade, nem só para agradar aos meus familiares e professores, mas para ser útil a mim mesmo, a minha família, à sociedade e à minha Pátria.
Santa Catarina de Alexandria, conto contigo.
Conta também tu comigo. Eu quero ser um bom cristão para merecer a tua proteção.
Amém!"


Diz-se também que dá sorte, ao começar o exame, rogar pela santa da seguinte forma: "Santa Catarina, conto contigo")


Quem quiser saber mais sobre a Santa, pode dar uma olhadinha aqui na Wikipédia, a história dela é bastante interessante.

Só mais uma curiosidade: ela também é protetora contra acidentes, mais especificamente, acidentes de trabalho.


Santa Catarina de Alexandria! Rogai por nós neste fim de semestre! Amém!


By Winna A.


Fontes: Google, Wikipédia.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Dormir "prá quê"?

Bom dia pessoas queridas...

Se vocês são pessoas normais, não me citando como exemplo, devem ter tido AQUELA boa noite de sono que os justos costumam ter nas madrugadas de domingo.

Como acabei de dizer, esse não foi meu caso...

Ao contrário do que costuma acontecer com esta pessoa insone que vos escreve, ontem, domingão chuvoso aqui em floripa, eu senti sono! E o mais incrível: antes da meia noite!

Como já tinha feito meus trabalhos da faculdade e já tinha folheado algumas coisas para a prova de amanhã, resolvi ignorar o mundo e deitei-me para dormir - Afinal, não poderia perder a chance de não cultivar minhas olheiras!
Pois bem, deitei e dormi.

Ah... Como estava bom aquele soninho...

Eis aí o grande sarcasmo do mundo: Um maldito mosquito me acordou!
Eram 3:42 da manhã e um inseto minúsculo, cujo simples peteleco poderia por-lhe fim a vida, me tirou o sono - e não minha costumeira insônia!

Vocês não têm noção do quão revoltante esta situação está sendo para mim...

Então eu penso: Senhor Deus, por que comigo?! Eu não fiquei jogando até tarde, nem fiquei vendo TV, sequer fiquei de papo no msn até as altas horas da madrugada... então, Senhor, por que fui castigada dessa forma:

QUE FIZ EU PARA NÃO MERECER MINHAS NOITES DE SONO?!

Pois bem! Revoltei-me!

A partir de agora me entregarei a minha insônia! E que os despertos é que vão para as cucuias!

Eu tentei amigos, JURO que tentei... mas se nem em Deus posso por a culpa, pois ele nada teve a ver com isso, pelo menos Murphy eu posso maldizer!!!

Passei o resto da noite papeando com meu amado companheiro (que é outra criatura noturna) e resolvi arrumar-me e chegar cedo na faculdade...

Pois bem, sei que a minha vida não é do interesse de vocês, caros leitores, mas deixo aqui esta lição de vida. O importante é não deixar a peteca cair e comprar um bom inseticida!

Em fim, dormir é para os fracos!


Um grande abraço para todos e tenha uma ótima semana!


ps.: Só fico pensando... se eu tivesse uma escopeta, por deus que eu teria matado esse mosquito na base da pólvora! Será que vou para o inferno por pensar assim?!

By Winna A.


sexta-feira, 5 de novembro de 2010

A portabilidade é uma benção!


Bom dia pessoas queridas!

Então... estava em aula, faltava uma explicação sobre alguns termos... Google!
No meu trabalho, precisavam sanar uma dúvida... MSN!
Bateu saudade, queria ver a carinha do meu bem... ORKUT!
Queria relembrar uma sátira que escrevi e deu vontade de escrever outra... Blogspot!
Queria saber qual seria o cardápio do dia no Restaurante Universitário... Site da UFSC!
A professora procurava uma imagem de um sinete... Google denovo!
Precisei fazer algumas anotações sobre a matéria dada em aula... Writer! (sim, adoro o BrOffice!)
Ficou aquela dúvida sobre um termo... Wikipédia!
Procurava um background legal pro meu note... Flickr!
Deu um intervalo em aula... PWI!
Queria mandar um bom dia pro meu bem... MSN again!

Deus do céu! como é que a gente vai viver sem essa tecnologia maldita?!

Se faltar luz o jeito é apelar para um bom e velho truco...

Bjos!

Winna A.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Frase da semana:


Vetor Da Vaca De Leite

"... É a Vaca quem dá o leite! Vê se você vê a vaca dizendo por aí que "Meu leite só vai durar até tal dia!""


- Agostinho Carrara

Depois dessa, quem sou eu para me importar com o prazo de validade de quaisquer derivados do leite!


Observação relevante: O Pedro Cardoso é MARA!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Baderneira EU?! Imagine...


Olá meus fofos e fofas! E isso vale para os(as) magrinhos(as) também!

Hoje eu estou tendo um dia MA-RA! Ou seja: um dia propício para uma boa e velha crítica. Então lá vai:

Mais uma vez volto para o assunto "Alunos e Instituições de Ensino Superior"

Bom - Todo mundo que me conhece sabe que eu estou fazendo - finalmente - minha tão querida e amada faculdade de "arquivologia" (por favor, sem gracinhas) , e mesmo que vocês me conheçam tão somente por este blog que vos escreve - afinal, aqui não é um podcast - sabem que "causos da faculdade" tornaram-se um dos meus temas favoritos...

Então, o que acontece comigo é algo que muitos estudantes de universidades públicas brasileiras conhecem na pele: O descaso para com alguns cursos, e, conseqüentemente, para com os alunos.

Eu entendo que alguns gestores fazem das tripas coração para impedir que muitos cursos se encerrem. Entendo que o repasse de verba do governo não chega nem perto de ser o ideal.

Todo brasileiro sabe ( e bem) que tudo aquilo que é "público" não anda lá muito bem das pernas... as vezes acho que "público", no Brasil, é sinônimo de defeituoso, agonizante, impróprio... dentre outras palavras.

Agora, o que eu não consigo compreender é: Como é que pode acontecer de no centro onde eu estudo não ter nem papel higiênico nos banheiros (e com um cartaz de "sem previsão de chegada"), e nos centros de estudos das engenharias, no de medicina, entre outros, não faltar absolutamente nada?

Enquanto eu e meus colegas nos viramos com laboratórios precários, salas caindo aos pedaços, falta de material de consulta, falta de professores, falta de incentivo, dentre tantas outras barreiras, os ditos "cursos de excelência" contam com investimentos invejáveis, prédios sempre impecáveis, atenção redobrada, professores muito bem qualificados (não desmerecendo meus professores, que são poucos, porém competentes e pra lá de dedicados!) e muitas outras regalias.

Entenda que eu não citei aqui nem a METADE dos empecilhos com os quais ando convivendo (juntamente com meus colegas).

Com tudo isso eu me pergunto: Por que valorizar alguns e sucatear tantos outros? Não sou nem pior nem melhor que qualquer outro aluno de graduação daquela universidade. Pretendo ser uma profissional na minha área e é inadmissível que eu não seja respeitada na minha decisão. Muito menos que eu seja discriminada.

Nem mais, nem menos do que qualquer outro.

Então, meus queridos, vale a pena lembrar que uma Universidade é composta por seus administradores, colaboradores, investidores (nem sempre), supervisores e, principalmente, por seus usuários!

Nós! Alunos e Alunas!

Então, conclui-se que somos o real centro das atenções de tão almejada instituição! TODOS NÓS, e não apenas alguns de nós...

O nosso desejo em comum é o direito garantido de uma boa formação educacional, profissional e, porque não, moral.
Uma universidade é muito mais do que um amontoado de conceitos científicos, é também uma grande lição de socialização - Uma bela lição de vida. E esse espírito de união, e não o contrário, que deveria prevalecer, desde a suas fundações até a mente de seus freqüentadores.

Pra variar eu escrevi horrores! Mas acho que valeu e muito a pena se a semente for bem semeada!

Por hoje "That's all folks"

Beijos! Queijos! Marmeladas e tenham uma ótima semana!



By Winna A.



Ps.: Revoltada? EU?

Isso tudo é pura intriga oposicionista!!!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Alguém tem um doril aí!?


Bom dia/tarde/noite pessoas queridas!

Pra variar andei sumida do blog né!? C'est la vie... E C'est la faculdade também!
Tempo é algo que tenho pouco, e aproveito o pouco que tenho para dormir - afinal, boas noites de sono são uma iguaria rara entre universitários...

Mas vamos parar de chorar pitangas e partir para o que interessa!

Bem, vocês até devem saber do possível conteúdo da postagem de hoje, ainda mais com as eleições aí, na cara da gente, esfregando esse carnaval cafona de discussões inúteis além do troca e não troca de ofensas pré-presidenciais - Porque, apesar de não ir muito com a cara do Sr. Serra, pelo menos ele aproveita o tempo cedido para a sua propaganda, ao contrário de nossa (não) estima Dilma, que só sabe falar mal do governo alheio, salvo o do chefinho Lula, e toda vez em que é questionada pelo adversário ela me tira montes e mais montes de bolsas dos bolsos: tem o bolsa-família, bolsa-presidiário, bolsa-emprego, bolsa-disso, bolsa-daquilo...
Juro que ando tão enojada com os debates que me prometi só usar mochilas de hoje em diante! Nada mais!

Aí me vem a cabeça toda essa polêmica do Tiririca... Fazendo minhas as palavras do Tio Lula, Companheiros e Companheiras, o que se esperar de governantes que nos tratam como palhaços!? Não me oponho a figuras polêmicas como representantes políticos, mas o partido deveria ter o mínimo de bom senso e colocar uma figura que fosse ao menos alfabetizada... e também não entendo o porque de toda essa polêmica ao redor da redação que ele tem de fazer, é algo tão simples: basta colocá-lo numa sala com um fiscal e filmar tudo. Se ele souber ler e escrever vai dar tudo certo, mas eu aposto quanto for e com quem for que isso vai dar merda... Ah se vai!

Não bastasse toda esta Zona na qual o PAÍS se encontra, não bastasse a minha revolta para com a gestão da atual faculdade em que EU me encontro, que resolveu por a vida dos estudantes de pernas para o ar com cobrança de taxas abusivas entre outras coisas, não bastasse ver meu amado Rio de Janeiro nas mãos da pilantragem e da bandidagem (aquilo lá já virou terra de Mallboro) - Além disso tudo eu fui obrigada a ouvir de um bocado de pessoas reclamando comigo que a Marina Silva foi bem melhor do que imaginaram! Que só não votaram nela porque achavam que ela não ganharia mesmo...

¬¬ Pensando assim meu bem, aí é que não vai ganhar mesmo!


Muito dura essa minha vida de blogueira rebelde!

Bjos, qjos e até a próxima!


By Winna A.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Em quanto isso, aqui em Florianópolis...


Olá pessoas queridas! Eu sei, eu sumi... não foi por mal, mas, como devem ter percebido, finalmente entrei nesse mundo estranho dos universitários (e já era hora, não é mesmo!?)

Como bem já disse, é um tanto complicado conciliar Trabalho+Faculdade+Casa+Namoro+Família+Amigos+Imprevis-tos+Internet+Outros... mas a gente se vira nas 24 (poucas) horas que Deus nos deu e o homem fracionou!

Por conta destas "cositas" andei meio longe do Blog. Ainda não coloquei nada nos trilhos, contudo, o lado bom é que não nos faltará mais assuntos! Isso não é **Mara**?!?!

Pois bem - Vamos ao que interessa!

MISCELLANEOUS!!

O que é sentir o aprendizado "na pele"?!

Entre tantas pessoas, tantas mentes, tantos assuntos... A variedade de pontos de vista que a simples entrada na faculdade ocasiona já deveria torná-la OBRIGATÓRIA na vida de TODO cidadão! É bastante interessante e recompensador observar todo esse mundo novo de dentro dele - perto o suficiente para observar que não é nenhum bicho-de-sete-cabeças, todavia, infinitamente complexo.
Independente da suas opiniões, credos, convicções; independente do estilo, da moda, dos "grupinhos" e das tantas gírias que usamos para classificas essas micro-sociedades; independente de todo o seu esforço em manter velhos costumes, velhos pensamentos, velhas manias - Estudar é e sempre será, além de um aprendizado didático, um aprendizado de vida, não importando a fase, a idade, o sexo, a raça, a cor ou qualquer outro pré-conceito seu.

Minha modesta opinião sobre o assunto: SEMPRE VALE A PENA!

Politicagem - Um (GRANDE) mal desnecessário:

Chegou aquela época do ano em que as donas de casa - revoltadas - esbravejam maldizeres para os infelizes candidatos que, atrapalhando o horário das novelas e programas televisivos, tentam barganhar seus votos e suas convicções.
Pobres coitados...
A safadeza política no país está tão descarada, já foi tão assimilada pela população, que mesmo os possíveis "bons" candidatos serão, massivamente, menosprezados.
É esse o resultado de toda essa novela eleitoral do país, afinal, assim como todo ser humano passou ou passará por alguma desilusão amorosa na vida, todo brasileiro que se preze já viu suas expectativas por um candidato tão em alta quando um salva-vidas de chumbo cheio de pedras...
A credibilidade de nossos malfadados candidatos está diretamente e proporcionalmente ligada aos seus atos e a (in)capacidade dos mesmos de cumprirem suas promessas eleitorais.

Estão colhendo, apenas e tão somente, o que plantaram... Toda essa apatia proveniente do eleitorado é culpa do descaso e do esquecimento em que a população vive. Todos os dias um novo escândalo nos é apresentado.

Esta não é a postura mais adequada para os futuros representantes da nação, não é mesmo!?

Pior mesmo é ter de aturar a minha mãe, coitada, com seu mal-humor proveniente dos santinhos, das vinhetas e da cara-de-pau destes "políticos safados" que atrapalham a novela dela... mehor mesmo é ver a vida fictícia dos personagens de "Passione" do que ter de assistir a 1 hora de propaganda eleitoral gratuita (só para os políticos, porque o dindin vem do nosso bolso né?).

As caras mudam... mas os discursos, as promessas e a imoralidade... ESSAS, NUNCA MUDAM!


Pois é meus queridos... Eu, que sempre fui bem chatinha no quesito "não sei o que se passa, mas não deve ser muito diferente do que era", ando vendo que a coisa é bem essa mesma... e isso me assusta em demasia!

Então, vou ficando por aqui. Sem promessas! Não devo mais postar com a mesma freqüência, porém, quem sabe o conteúdo dos posts melhorem, não é mesmo?
Tentarei encaixar o blog nas minhas poucas horinhas vagas, mas não pretendo e nem vou abandoná-lo! (afinal, todo mundo tem férias um dia... hehehe! Brincadeirinha =P )


Muitos Bjos, queijos e até a próxima!


By Winna A.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Eita vida de estudante matutino...

Se você acha que estudar é chato e que trabalhar é difícil, imagine fazer os dois!
Sei que a vida "não são flores"e que nada cai do céu. Acima de tudo, sou muito agradecida a Deus e a todas as pessoas que me deram apoio para que hoje eu possa estar na minha condição de "universitária", mas meus bens... Não é mole!
E olha que estou estudando só a uma semana!

Sério! Eu sei que preciso trabalhar. Eu tenho plena consciência de que preciso estudar. Mas por Cristo!!! EU PRECISO DORMIR!!!

Não consigo encaixar o meu sono na minha rotina!

Aos que passam pelo mesmo que eu, dou-lhes um conselho: Larguem esse maldito computador e DURMAM!!! Não percam tempo!

Beijinhos e até o próximo lapso temporal!

By Winna S.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

*_* Universidade é Mara!!! Mas não é Maravilha!

Olá minhas Pessoas queridas!

Hoje foi meu primeiro dia de aula na Universidade! Estou claramente entusiasmada, apesar da maioria das pessoas me olharem com uma cara meio confusa quando eu digo que estou cursando “Arquivologia”.
Sabe aquele olhar franzido, com a cabeça levemente curvada para o lado? Então, essa feição mesmo.

O mais interessante no dia foi a recepção dos calouros (E sim, na minha idade, ser caloura é algo meio estranho... Sabe aquele medo de ser chamada de tia!? Então!) Mas voltando a recepção, tirando aqueles velhos rituais de apresentação do corpo docente e tudo mais, o que me deixou admirada foi ouvir o discurso do representante do CED. Foi um belo discurso (gaguejado, mas ainda assim belo!).

Mesmo quando não era exatamente uma “estudante” eu sempre dei valor a "militância estudantil". Estes jovens de todo o país, com seus protestos e suas batalhas – e em muitos casos, com suor e sangue – conquistaram grandes feitos para si e para a sociedade em geral. Poucas coisas me tiram tanto do sério quando alguns comentários preconceituosos quanto aos estudantes.
Aqui em Florianópolis, por exemplos, os únicos que parecem não ser passivos aos caprichos de empresas de ônibus (entre outras) e representantes políticos desvirtuados são eles, os universitários e estudantes afins. E o mais incrível é ouvir de uns e outros que eles são “todos uns baderneiros que não têm o que fazer...”.

Juro que nessas horas tenho vontade de abandonar a minha veia cômica e partir para a ignorância (se não física, pelo menos verbal!)

Enfim e em fim: Hoje foi um dia e tanto, e não digo somente por mim. Foi um dia de conhecer novas pessoas, respirar novos ares e renovar algumas esperanças para o futuro - Em outras palavras sou uma típica caloura animadinha que estará se descabelando daqui a alguns meses, e olha que segundo os veteranos, estou sendo BEM otimista com os prazos...)

E depois de todas essas peripécias, espero chegar em casa e abusar muito da minha cama – Estudar pela manhã e trabalhar até a noite é dureza bem!

Rapadura é doce bem! Mas mole não é... Não é não!


By Winna A.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Maldito Inferno Astral


Sim, esses dias “adoráveis” andam me perseguindo... e eu sempre me pergunto: “Por que eu? Por que sempre comigo!?”

Então eu penso... Ah é! Eu Fui Hitler na outra encarnação...

Não importa se você acredita ou não nessas coisas se signos, mapas astrais, regras zodiacais ou o diabo que seja! Inferno Astral EXISTE! Sou a prova (ainda) viva disso!

Diz a lenda que ele começa 30 dias antes do seu aniversário – O problema é que o meu anda fazendo hora extra! Acredito que o inferno astral seja uma espécie de “acerto de contas cósmico”, tendo em vista que você está prestes a fechar um ciclo e iniciar outro.

É mais ou menos assim: Resolva as suas pendengas antes de entrar em uma nova fase! Faça isso por bem ou espere que o universo dê um jeitinho nisso... (Aconselho que não espere pelo universo, ele costuma atropelar tudo e todos que encontra no caminho...).

Agora, não vá pensando que você é uma pessoa iluminada e sortuda que não têm dívidas com nada nem com ninguém! Todo mundo deve alguma coisa, seja “kármico” ou não! (o “Karma” é meu e eu escrevo ele do jeito que eu bem entender!)

Então, amiguinhos e amiguinhas, preparem seus capacetes, equipamento se segurança, procure o abrigo anti-bombas mais perto da sua casa, encha-o de mantimentos e fiquem por lá durante o temido “inferno astral” – Ou conforme-se com o mundo caindo sobre suas cabeças!


Bjos e Boa Sorte!


Ps.: Não sei muito bem distinguir "inferno astral" de "ser perseguido por Murphy". Não me pergunte a diferença, em ambos os casos você pode pegar emprestado um versinho que eu e meu irmão desenvolvemos para essas ocasiões:

" Berra a cabra, berra o bode, só o Fulano que se Fode! "

(Acrescente seu nome no campo "Fulano" e pronto! Você já tem sua frase de impacto para os dias mais infelizes da sua vidinha pacada!)



By Winna A.

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Malfadada Arte



Eis a Beleza

Boniteza que chega e um dia se vai
Ainda fincada nas rugas que outrora eram como os contornos das maçãs
Hoje rodeiam as negras meninas dos teus olhos
Cujas cores o tempo faz questão de apagar
Seja por rancor, inveja ou cautela
Tempo que não tem sentimentos
Não permite consentimentos!

Beleza eterna só em pedra, metal
Ou em tela!

- De mim mesma.


=^-^=


Hello pessoinhas queridas!

Quem não ama poesia?

Posso não ser o Shakespeare, mas não sou tão ruim assim, não é mesmo!? Sempre fui amante das artes – visuais ou não! A arte pintada, esculpida, cantada, falada, sentida, aspirada, ingerida, imaginada... Arte é arte!

Arte não precisa ser complicada e desconfie de quem disser o contrário!

Tudo o que te toca, sensibiliza ou emociona pode ser considerado como arte. Não existe, por exemplo, uma norma da ABNT que limite a criatividade. No máximo os padrões de formatação... Mas a criatividade é ilimitada. Um dom divino ao meu ver, porém, um dom universalizado, bastando apenas dar uma bela olhadela para dentro de si que lá estará ela, a tão procurada inspiração criativa.

Então meus amores, o Post de hoje foi isso – Essa coisa meio difusa, complexa...
Aproveite a deixa e permita-se ser criativo (ou criativa). Solte esta sua veia artística meu bem!
Mas se sair do armário, não me culpe!

LEMBRE-SE: CRIATIVIDADE VICIA!

By Winna A.

Aqueles que me acompanham na jornada...

Wikipédia sobre a Lady Vinna (WInna)

A lei divina é eterna, imutável, perfeita, igual para todos, inscrita na consciência dos homens e revelada em todos os tempos (de acordo com a capacidade e compreensão dos homens).

Winna: "- Com tantos elogios eu fico até sem graça!"

"Os animais dividem conosco o privilégio de terem uma alma". - Pitágoras

"Os animais dividem conosco o privilégio de terem uma alma". - Pitágoras