quinta-feira, 20 de maio de 2010

Considerações irrelevantes sobre viagens de avião.

Olá meus queridos!

Estou viajando!! Vim ao RJ rapidinho para visitar a família e constatei, mais uma vez, que voar é bem bacana (apesar de eu não entender como um avião possa voar, afinal, ele é um amontoado de ferro, fibras e outras coisas mais, e que pesa MAIS de UMA TONELADA.

Tudo bem que a física explique, mas por Deus que ainda assim, pra mim, aquilo é feitiçaria!).
Enfim: Durante a viagem eu observei algumas coisas bem “interessantes”... coisas que só uma viagem de avião, executiva, é claro, pode proporcionar.
Tirando que as janelas são minúsculas e que o barulho das turbinas é irritante, ficar lá de boa, ouvindo uma musiquinha, bebendo um chá e vendo as núvens passando é muuuuuuuuito bom!

Cogitei ser aeromoça, mas não sou tão gostosa assim e tenho medo que aquela coisa caia. Prefiro ficar no chão mesmo, pelo menos na maior parte do tempo...

Outra coisa que me deixou um tanto chateada é o lanche do avião. Eu tinha completa consciência de que não seria nenhum banquete... mas UM cookie com um copinho de 200ml de repfi não é exatamente um lanche. Poxa, quase 500 pilas numa passagem e só UM COOKIE?!?! Podia ser um pacote de chocolicia que ainda assim eles teriam lucro! E podia ter um capuccino né!? Que miséria...

Ok: Não vou tirar o mérito deles em NÃO servir coca cola e sim guaraná antártica e Pepsi (que é uma droga, mas não é coca).
Brabo mesmo foi comer o cookie sentindo cheirinho de carne assada... eles devem fazer isso de sacanagem.

Ah sim! Quase esqueci: Não eram aeromoças, e sim aeromoços! Que bizarro! Fiquei imaginando os caras com roupas de mulher, e como achei muito “além da imaginação”, preferi ficar escrevendo esse post aqui na minha agenda, era menos traumático.

Enfim... cheguei a salvo aqui no Rio e estou batendo perna por aqui sempre que posso. Como uma semana passa rápido! Muito pra fazer e quase tempo nenhum! Domingo volto para Floripa e para minha vidinha pacata. Ainda bem né?

Bjos para vocês meus queridos! Até segunda!

By Winna A.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Só pra relaxar... e rir!



Retirado do programa "Pretinho Básico"

O Gaucho e as Temperaturas

30ºC ou mais

- Baianos vão a praia, dançam, cantam e comem acarajé.
- Cariocas vão a praia e jogam futevolei.
- Mineiros comem um “queijin” na sombra.
- Todos os paulistas vão para Praia Grande e enfrentam 2 horas de fila nas padarias e supermercados da região.
- Gaúchos esgotam os estoques de protetor solar e isotônicos da cidade.

25ºC

- Baianos não deixam os filhos sairem ao vento após as 17 horas.
- Cariocas vão à praia mas não entram na água.
- Mineiros comem um feijão tropeiro.
- Paulistas fazem churrasco nas suas casas do litoral, poucos ainda entram na água.
- Gaúchos reclamam do calor e não fazem esforço devido esgotamento físico.

20ºC

- Baianos mudam os chuveiros para a posição “Inverno” e ligam o ar quente das casas e veículos.
- Cariocas vestem um moletom.
- Mineiros bebem pinga perto do fogão a lenha.
- Paulistas decidem deixar o litoral, começa o congestionamento de volta para casa.
- Gaúchos tomam sol no parque.

15ºC

- Baianos tremem incontrolavelmente de frio.
- Cariocas se reúnem para comer fondue de queijo.
- Mineiros continuam bebendo pinga perto do fogão a lenha.
- Paulistas ainda estão presos nos congestionamentos na volta do litoral.
- Gaúchos dirigem com os vidros abaixados.

10ºC

- Decretado estado de calamidade na Bahia.
- Cariocas usam sobretudo, cuecas de lã, luvas e toucas.
- Mineiros continuam bebendo pinga e colocam mais lenha no fogão.
- Paulistas vão a pizzarias e shopping centers com a família.
- Gaúchos botam uma camisa de manga comprida.

5ºC

- Bahia entra no armagedon.
- César Maia lança a candidatura do Rio para as olimpíadas de inverno.
- Mineiros continuam bebendo pinga e quentão ao lado do fogão a lenha.
- Paulistas lotam hospitais e clínicas devido doenças causadas pela inversão térmica.
- Gaúchos fecham as janelas de casa.

0ºC

- Não existe mais vida na Bahia. Nem animal, nem vegetal, nem mineral.
- No Rio, César Maia veste 7 casacos e lança o “Ixxnoubórdi in Rio”.
- Mineiros entram em coma alcoólico ao lado do fogão a lenha.
- Paulistas não saem de casa e dão altos índices de audiência a Gilberto Barros, Gugu Liberato, Luciana Gimenes e Silvio Santos.
- Gaúchos aproveitam o friozinho pra assar uma carne no quintal de casa.



Quem preferir ouvir na íntegra, clique aqui. (Eu "agarantchio!")

By Winna.


quinta-feira, 13 de maio de 2010

Ser cidadão é ridículo?!





Enquanto Manoel Carlos chama a atenção do "povão" sobre as dificuldades de ser cadeirante - Logicamente que abordando outros assuntos assim não tão politicamente corretos...
Enquanto o MP do RJ nega, taxativamente (graças a Deus), o pedido de habeas corpus da infeliz desembargadora (aposentada, que fique bem claro ???)...
Enquanto cientistas de todo o mundo, mais uma vez, alertam sobre os abalos causados pelo aquecimento global: E dessa vez é o lagarto que vai pro brejo...

Depois disso tudo eu me deparo com os estudante daqui de SC, mais especificamente, de Florianópolis, que se acorrentaram (em sinal de protesto e não de sadomasoquismo) em frente ao Terminal do Centro por conta dos abusivos aumentos da passagem de ônibus - Sim, porque se R$ 2,90 não é um preço abusivo, então é porque já virou ROUBO.
Pior mesmo é ouvir uma pessoa ou outra chamar os únicos que estão fazendo algo pelo bem comum, de desocupados, bagunçeiros, safados, arruaceiros e por aí vai...
Pelo que entendi, os estudantes são os ÚNICOS aqui em floripa que se mobilizam quando algo ou alguém toma alguma atitude prejudicial à população.
Oras, será que ainda não se deram conta que não são só os estudantes que vão pagar mais caro - e por um serviço que tem lá suas falhas e anda sendo bastante criticado - Leve em consideração que as empresas de ônibus aqui praticamente instituiram um toque de recolher para a cidade, tendo em vista que, se você não tem um carro ou uma moto e acaba precisando de transporte público depois da meia noite... sinto muito bem: Vais dormir na rua! Ou, se estiver no centro, pode fazer o "grande negócia" de pegar "uma taxi"... Haja verba!
Então, concorda comigo que os estudantes deveriam, no mínimo, conquistar o respeitos das outras pessoas, já que eles se deram ao trabalho de lutar por seus direitos (seus e dos outros também!) Pena que que a polícia não entendeu assim...

Sabe, o descaso com a população é grande, mas a falta de noção da própria população é igualmente proporcional (e pleonástico também).

Se isso é ridículo?

Imagina...

É normal, cotidiano, comum mesmo!

By Winna A.

Fontes: G1 - Jornal da RBS - Meus olhos =P

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Mais sem tempo do que sem noção...


Veja bem: Boa noite. É falta de educação não cumprimentar as pessoas. Então, dando sequência a linha de pensamento, que não é lá essas coisas, mas as vezes funciona, estou aqui para confessar que compre HOJE a minha agenda 2010. Veja bem: Ela me fez falta... anotei várias coisas importantes em vários papéis aleatórios – A aleatoriedade me persegue, assim como Murphy, mas esse é outro post – e depois de, obviamente, perder vários desses papéis, e, com isso, mutas anotações que possuíam lá alguma importância, resolvi tomar coragem e COMPREI a famigerada!
A questão é: Não a havia comprado, ainda, (a agenda), não por falta de dinheiro (não na maioria das vezes) e nem por não encontrar uma de papel reciclável (sim, sou quase “ecologicamente” correta), mas sim pela pura e crua falta de tempo – Entenda, era falta de TEMPO, não de vergonha na cara, não confunda os bugalhos, nem os alhos...

Bem, assim que resolvi o problema da agenda, posto que foi inusitado, tendo em vista que fui comprar somente um varal de chão pra minha casa (sim, eu lavo roupa, logo, tenho de secá-la em algum lugar) … me perdi... deixa ver... AH SIM! Depois do problema 1 (a agenda) resolvido, surgiu um novo problema: e agora? Ok, completo a agenda de telefone... fiquei frustrada por me tocar que a maioria dos números, ou sei de cabeça, ou estão no celular... pensei: “Pra que anotar aqui? Sei lá... Vai que dá uma merda no celular e eu perco a memória!? É... isso me ajudaria... no caso do celular, não no da memória, pois, se eu perder a memória, como vou saber pra quem ligar? Pior! Se eu ligar e a pessoa atender perguntando: Quem é?! O que eu respondo?! “É o que eu esperava descobrir...”.

Bem, esquecendo um pouco da agenda de telefone, pensei no que mais iria anotar na agenda: Fatos e dias importantes! … Fiquei frustrada novamente... Eu sou PÉSSIMA com datas. Inegavelmente péssima! Só lembro do aniversário das pessoas que estão adicionadas no meu orkut e é muito fim de carreira colar do orkut! Decidi que aniversários estariam, definitivamente, fora da minha agenda 2010...

Resumindo: Se eu não usar essa bendita de “diário”, e tentando não me frustrar, novamente, com o fato da minha vida não ser assim TÁO badalada a ponto de eu escrever um diário (ou seja: nem um pouco badalada...), pelo menos eu já vou ter onde desenhar nas noites entediantes que a minha casa me confere!

Ai vida!

Ps.: Gostaria de estar com os estudantes aqui de Floripa, ali no meio do protesto conta o aumento ABUSIVO das passagens de ônibus. PELAMORDEDEUS! R$2,90, pra ser um roubo ainda falta muito! (entendeu??) Se eu não estivesse trabalhando (Juro que estou), eu iria lá! Fazes meu barraco pessoal! Ah se ia!

Mah Vah!



By Winna A. =^-^=

sábado, 8 de maio de 2010

Ai Mãe...

Pessoas queridas, como mãe faz falta!

Sabe, vou deixar aqui um desabafo que não é só meu - Muitos são os que não podem estar com suas mães (e pais) sempre que precisam daquele colo, ou daquela palavra amiga, ou até mesmo quando bate aquela saudade besta de ficar ouvindo todas as baboseiras que eles nos falam e fingimos não gostar: MAS QUE MUITA FALTA NOS FAZ!

Não vou poder dar um abraço na minha mãe amanhã. Talvez, daqui a uns 15 dias eu possa - mas amanhã não. O que mais me incomoda é que não a vejo desde Dezembro.
Sabe, todos nós temos nossas vidas e muitas vezes os nossos caminhos nos levam pra longe das pessoas que amamos. Isso é normal, comum, e faz parte do aprendizado da vida... Mas vá dizer isso pro coração da gente!
Aí dá aquele aperto, aquela angústia... E até o que irritava a gente, faz falta (Obviamente, assim que a convivência volta todo mundo começa a sentir saudades da época em que sentia saudades... Vá entender o ser humano!)

Bem, vou me encurtar um pouco: Fica aqui um Feliz dia das mães para todas aquelas que, assim como a minha mãe, tiveram de aturar uma criança chata e acabaram apaixonadas por seus "danadinhos".
Nós damos trabalho, eu sei, mas o que vocês acham que nos falta de juízo, sobra de amor por vocês!
Filhos não são perfeitos - Mães não são perfeitas - Famílias não são perfeitas - E por tudo isso é que continuamos todos assim, longe ou perto, nos amando e, de vez em quando, odiando também. Mas acreditem: No final, o amor prevalecerá!

Um grande beijo para minha mamãe-Joaninha, vulgo Dona Rosa ^^
Um grande beijo para minha quase-mãe / quase-irmã, Dona Catibinha.
Um grande beijo para minha mãe adotiva (que eu adotei pra mim), Thiara.
Um grande beijo para minha mãe emprestada, que é a mãe de Jesus, mas ele me empresta de boa! Dona Elaine!
Um grande beijo para a minha chefe-quase-mãe que vive reclamando comigo (e que me irrita de vez em quando). Ela me adora, mas vive dizendo o contrário, Dona Anita.

Mãe é tudo de bom! \o/

By Winna A.

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Hoje é dia! Ah se é!



Olha... Depois desse post eu devo ser, no mínimo, ameaçada de morte, mas olhe bem a minha cara de preocupada com isso...

Estou amando minha atual cidade – Florianópolis é Mara! Belas paisagens, pessoas bonitas, educadas, honestas. Fui muito bem recebida, obrigada! É claro que é BEM diferente do cenário com o qual eu estava acostumada, já que morei durante 24 anos no Rio de Janeiro... E diga-se de passagem, apesar dos pesares, será sempre a cidade do meu coração! Tabloides e jornais sensacionalistas a parte, “O Rio de Janeiro continua liiiiiindo...”.

Bom, como estava dizendo, Florianópolis é um paraíso, PORÉM, contudo, entretanto... Não que este seja um problema exclusivo daqui, todavia, ando presenciando isso com mais frequência desde que cheguei na cidade: PRECONCEITO!
Tudo bem que tem todo aquele papo de colonização europeia e tal, só que eu não entendo o porque de um BRASILEIRO ter preconceito com outro! Já ouvi pessoas aqui reclamando de negros, de orientais, de nordestinos, da população mais humilde, dos estrangeiros (Ok, americanos eu até entendo, mas os gringos daqui, na sua maioria, são gente finíssima!) e de qualquer um que venha de fora! Pelamordedeus né!
Ainda tenho que ouvir umas gracinhas sobre “emancipação” (não aqui, se não me engano, isso foi coisa do pessoal do Rio Grande do Sul – que em seguida foi estrategicamente plagiado pelos niteroienses. Pena que nenhum dos dois conseguiu!).

Ora bolas, me perdoem os que se revoltarem com o post: Se fosse eu, teria permitido a emancipação! Só para ver esse pessoal quebrar a cara por conta de tanto nariz empinado!

Faça-me o favor amiguinho! Como é que a população de um país pode ser assim, tão desunida?!

Pouco me importa que as pessoas de certa região do país tenham costumes tão diferentes dos meus! Cada um tem a sua vida e cada um que tome conta dela! Folclore, religião, costumes... É isso que nos torna um povo único e cativante! Agora, estava eu aqui, trabalhando, feliz da vida, e tenho que ouvir uma certa “cliente”, pessoa típica da região, falar mundos e fundos dos nordestinos! (Observação importante: O Genro dela É nordestino! ¬¬*)

Máh Váh Néh!

Será que ela já parou pra pensar que foi esse povo sofrido que ajudou, e MUITO, a erguer as poucas coisas de que podemos ter orgulho no nosso país? Será que os nordestinos merecem ser discriminada, malfadados, só porque eles não são todos loirinhos de olhos claros?

Repito: Não estou generalizando, mas tenho muito mais orgulho de um povo conhecido pelo suor do seu trabalho (coisa que o pessoal daqui não é lá muito fã) do que por uma parcela de ignorantes que se acham melhor que o resto do mundo só porque moram na região tal ou tal do Brasil, ou pela cor da pele, ou pela classe social, ou pelo motivo idiota que seja!

Quando cheguei aqui, fui muito tachada de malandra, de “vida boa”, só porque sou carioca. Sinto muito lhes informar (aos que se identificaram com a senhora acima citada, é claro) que eu só recebo elogios pelo meu trabalho. Seja dos meus chefes, seja dos clientes que atendo.

Bem, desabafei!

Espero que isso sirva de alguma coisa para estas “pessoainhas idiotas” que ficam por aí, dando pitado na vida alheia e se preocupando em falar mal da casa do vizinho enquanto a sua pega fogo!

Como dizia mamãe: Vá arrumar um tanque de roupa pra lavar e larga de falar besteiras!

By Winna A.

Ps.: Peço desde já desculpas pela quantidade exacerbada de caracteres! É um mal que me persegue...! Assim como as malditas reticências (...)!

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Filha da puta, eu?! Imagiiiiiiiiiiina benhê!


Oi oi pessoas queridas! Como têm passado?

Olha... vidinha de cão né? Por que a gente complica tanto?

Vou tentar passar uma idéia aqui – Vamos ver se alguém vai captar...:


H: Quando tudo está bem é porque tem algo errado...

M: Quando as coisas não vão bem, é por que a culpa é sua, não minha!

H: Quando sou compreensivo, sou frouxo!

M: Quando sou comunicativa, sou puta!

H: Quando não me estresso é porque não me importo,

M: Mas se eu reclamar, sou rabugenta, encrenqueira!

H: Se me imponho sou “machista”.

M: Se fiscalizo, sou mandona!

H: Se mijo sentado sou viado!

M: Se não faço escova, a unha, a maquiagem e ainda arrumo a casa, sou relaxada...


Ai Deus... Essa lista não tem fim né? Tem até uma musiquinha que canta “... Por que é que a gente é assim?...”

O pior de tudo é que reclamação idiota é o que NUNCA vai faltar, brigas sem razão, “picuinhas”, mal humor... Só que nada disso muda o fato primordial entre homens e mulheres: Somos extremos, opostos! Somos Cães e gatos! Açúcar e diabéticos! Mas isso é o que torna tudo mais gostoso ainda!

Não dá pra levar só o lado “bom” da coisa pra casa! Tem de ser o pacote completo! É o mesmo que pedir um Ovomaltine SEM o malte! Não dá né!!!

Somos únicos por nossas peculiaridades (que são vulgarmente chamadas de defeitos quando vistas de um ângulo egoísta e equivocado). Nossas qualidades são o chamariz, é claro, mas nossas falhas é que nos tornam interessantes!


Parece louco, não?


Bem, pensem nisso e, caso um milagre se faça aqui, discordem, concordem, mas digam algo sobre! Ou não... =D


By Winna A.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Nós, nossas neuras e nosso azar imaginário...



Hello para todos vocês! Vamos lá?!

Você! Você mesmo! Quando foi a última vez que você agradeceu a “seja-lá-qual-for-o-Deus-da-sua-religião-ou-algo-similar” por estar vivinho da silva!?

Isso mesmo? Já parou pra ver como é bom estar vivo? Mesmo que lendo o meu mui estimado blog?

NÃO?!?!?!

Já imaginava...

Sim! Já diziam os velhinhos da Lapa que “Só se lembram do dentista quando o dente dói!”

Essa não é a mais pura filosofia de botequim que você já teve o prazer de ler?

Eu sei, eu sei, mas é a mais pura verdade também!

Pessoal! Meus queridos! Temos mais sorte do que imaginamos! Pode não ser tanto quanto gostaríamos, mas a coisa podia ser pior! (e eu tenho pavor dessa frase!)

É viciante reclamar da vida! Reclamar do que não se tem, chatear-se com o que não conquistamos, deprimir-se com o que não fizemos e frustrar-se com o que não se pode fazer.

Mas será o Benedito?! Despertar a cada dia, respirar, caminhar com suas próprias pernas (ou da maneira que lhe é permitido locomover-se), trabalhar, passear, dividir o dia com familiares, amigos, amores... POR FAVOR! Será que nada disso vale a pena?

Não dá pra ser feliz sem ganhar na mega-sena? Sem um carro do ano? Sem aqueles sapatos carérrimos de uma grife italiana?

Já vi pessoas sendo tão felizes, mesmo com tão pouco, enquanto tantas outras são infelizes, mesmo com tudo o que o dinheiro pode comprar.

É claro que dinheiro importa! Longe de mim dizer o contrário, mas existem valores muito mais importantes que esses!

Quanto aos problemas... Bem... Problemas, baby, todo mundo tem. Nós precisamos de obstáculos na vida, ou corremos o grande risco de morrer de tédio.

Todo ser humano é DOIDO, NEURÓTICO, FRUSTRADO! Nos preocupamos demais com a felicidade e isso acaba confundindo o nosso meio de campo! Não corra atrás da felicidade! Corra lado a lado com ela!


Dá pra ser feliz sem complicar a vida – Tente!



By Winna A.

Aqueles que me acompanham na jornada...

Wikipédia sobre a Lady Vinna (WInna)

A lei divina é eterna, imutável, perfeita, igual para todos, inscrita na consciência dos homens e revelada em todos os tempos (de acordo com a capacidade e compreensão dos homens).

Winna: "- Com tantos elogios eu fico até sem graça!"

"Os animais dividem conosco o privilégio de terem uma alma". - Pitágoras

"Os animais dividem conosco o privilégio de terem uma alma". - Pitágoras